Menu

23 dezembro 2011

Porque eu gosto #4: Once upon a time...

Fazia um bom tempo que eu não trazia um post do Porque eu gosto... Daí, hoje, deu na telha, eu decidi trazer sobre algo que conheci recentemente e já gosto muito, muito, muito... =D

A nova série da ABC, Once Upon a Time!

Sinopse: A série é livremente inspirada no clássico conto de fadas, exceto que se passa nos dias de hoje, daí o nome da série. As histórias contêm a chave do mistério que envolve uma mulher- Emma Swan e seu filho- Henry que ela deu para adoção dez anos antes em uma cidade chamada Storybrooke, Maine em New England. Essa cidade é na verdade um mundo paralelo no qual personagens de contos de fadas parecem com pessoas normais e não lembram sua verdadeira identidade ou qualquer coisa sobre a sua vida verdadeira.


Bem, antes de tudo... Por que eu resolvi assistir ela? Claro, porque fala dos contos de fada, tem cenas bem fofinhas e ao mesmo tempo assustadoras e é muuuuuuito legal! Além do mais, a estória é bem criativa, bem escrita, fazendo o telespectador ficar naquela dúvida cruel se o que está acontecendo é verdade mesmo ou tudo ilusão da mente do menininho Henry.


Segunda coisa super bacaninha, foram os pôsters bafônicos que eles fizeram para divulgar a série! Looooshooo total! Algo bem fastasioso e encantador mesmo. E junto com os pôsters, você pode conhecer um pouco dos personagens principais da série e observar que cada um tem uma particularidade incrível!


Sim, mas a estória é legal mesmo, Janne?
É, é sim! É fofa, interessante, cheia de reviravoltas... Você nunca sabe o que vai acontecer, isso é que o deixa tudo mais feliz. Em algumas séries, os temas já são bem previsíveis e a gente fica cansando quando o episódio é fraco. OUAT está no sétimo episódio (entrou em hiatus argh!), mas um é bem diferente do outro e sempre tem uma novidade legal, alguma descoberta surpreendente... Enfim, é o must!
Além do mais não tem personagens chatinhos, cheios de dengos e não me toques... São personagens incríveis e muito bem elaborados. Você ri, chora e sofre junto com eles. A Emma Swan (esse sobrenome Swan vai dominar o mundo depois de Crepúsculo, #tenhodito) que faz a loiraça valentona, gente boa e metida a durona e independente não é aquela protagonista chata, melosa e dramática demais. A Branca de Neve (amo!) é doce, mas não é estúpida e bobinha como muitos devem pensar. Ela é forte e decidida. E traz sempre algo a mais para a trama.


 Ah, gente... É claro. O que seria do conto de fadas sem o Príncipe Encantado! E ele é muito encantado, minha genteim!!! Na verdade o nome do bofe é James (e David depois) - porque é ridículo que o Príncipe Encantado não tenha um nome! E ninguém nunca parou pra perguntar, hehehe... E as coversinhas rolavam com "Oh, Príncipe Encantado, vamos nos casar em ser felizes para sempre!" =D 
Ele é um personagem bem interessante e um dos poucos que lutam arduamente parta a estória ir à frente e não ficar parada no marasmo.

 

E falta o que mais aí nessa mistura? O povo do mal, óbvio. Cadê a rainha má, galera? Olha ela aí em cima, super poderosa e exuberante. E preciso dizer a verdade, a peste é linda de doer de inveja. Má de dá gostinho de odiar e algumas vezes - chora! Jura? Juro! A bruxa tem sentimentos!
O único que parece ser o cão dos infernos (aff!) nessa confusão toda é Rupleskajehawed (desisti de tentar entender, dizer ou escrever o nome dele - eu não consigo nem pensar nesse nome de tão difícil!). O cara é sombrio, enigmático, vive fazendo acordozinhos sem-vergonhas com os personagens, e sempre tirando coisas muito valiosas deles. Esse sujeito promete aprontar muito ainda!


Ah, sabe o que é legal também na série? Tem filho abandonado querendo se reconciliar com mãe. E tem mãe com peso na consciência e excesso de culpa. E mãe adotiva roendo as unhas de ciúmes. Tem as historinhas mais badaladas dos contos infantis, Pinóchio, Cinderela, O Grilo Falante, a própria Branca de Neve. Tem briga, confusão, suspense, terror... Tudo junto, embolado, numa receita que está dando super certo.


Tem bruxa despeitada com medo de perder o namoradinho e mocinha super determinada e desesperada para entrar numa boa briga. 


Tem romances fofos, lindos, cute-cute e que faz dos capítulos aquele encoanto tão tãaaaaao perfeito, que a gente fica com vontade de dizer no fim: E viveram felizes para sempre!


Tem príncipes tentando recuperar o passado e princesas lutando contra seus sentimentos muito fortes. Tem gente com memória, sem memória. Tem gente de todo jeito!


Tem chefes de polícia altamente apetitosos e que adora ficar sem blusa (sério??). Tem várias lições de moral, tem mistério rolando um atrás do outro. Ahhh, tem coisa demais!!!

Atenção: Spoiler!

Agora, #revoltafeelingsmodeon: Mataram o Graham no fim do último episódio!!! Por que??? Por que, meu Deuuuus?!!! Ele é o Jamie Dornan!!! Ele é o ivestigador mais totoso que existe naquela série!!! Ele é o mais valente, bravo, fodástico... Estou revoltada ao extremo! Ou eles fazem alguma coisa pra que o bonitão ressuscite, ou vai ter baixaria, já tô avisando!



Enfim, meu povo, a série é uma gracinha. E eu gosto porque cada epísódio é uma confusão diferente e é tudo muuuuito atrativo. Dêem uma espiadinha e eu agarantcho que vocês vão gostar.

Bjo, bjo, bjo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...