Menu

23 abril 2012

Never Say Never...




Eu perambulo muito à toa pela net, vocês bem sabem, e sempre venho com uma e outra coisinha ridícula por aqui. Mas dia desses eu andava meio incomodada com uma certa badalação a um certo cantor super-ultra-mega famoso. Estava saindo do controle uma exorbitante quantidade de flashes sobre o Bieber fez isso, o Bieber saiu assim, o Bieber lançou isso e ah, claro, o Bieber e a Selena foram visto juntos lá na casa da mãe Joana. Não sai notícia de mais nada, só da porcaria do Bieber?? Aff, Deus, por quê??? Por que comigo???

Até sei que a mídia cai em cima dele, que ele tem uma tonelada (e mais cinco) de fãs espalhada pelo mundo, que ele é queridinho, fofinho, docinho e prefiro parar aqui pra não sair da linha. O fato é: Eu não consigo gostar do tal do Bieber.

Até já tentei, sabe como é, temos que andar informadas. Mas não rolou. Tem artistas que de cara você não suporta, que parece que emite uma antipatia nata, mas às vezes, você dá uma chance ao cidadão e descobre que ele ou ela é super gente boa, profissa da hora e tudo mais. Só que com o menininho não foi assim meeeesmo. Coloquei Baby pra ouvir e achei a voz irritante e aguda demais. Se brincar a Selena canta mais grosso que ele. Tentei outras canções, tentei encontrar algo legal em suas performances, tentei vê-lo como um super artista, mas putz, não, não, não rolou. O máximo que consegui foi acabar ficando irritada ainda mais com ele.

Lamento. Não estou fazendo esse post para fazer com que os fãs deixem de ser fãs dele (como se eu sozinha pudesse isso, há!), nem me interesso em gerar uma crítica ofensiva e mal elaborada. Não, aqui o assunto é opinião. Só não consigo entender como é possível as menininhas que juram que são "adultas", que "passaram por horrores de coisas na vida" e que "procuram o homem perfeito", caírem apaixonadas feito bestas por esse... Menininho. Porque é realmente assim que eu vejo a tal pessoa, como uma criancinha que ainda nem largou as fraldas. Não acho sequer ele bonitinho, gracinha ou digno de um segundo olhar. Talento? Pode até ter, mas no mundo de hoje essa questão anda meio tumultuada e os conceitos ficaram um tanto confusos.

Só peço, imploro, suplico... Que dêem uma amenizada em tanta amolação. A gente quer ter uma vida e uma internet de opções, não de correr o tempo todo ao redor do Bieber.

E antes que vocês comecem a me chamar de chata e preconceituosa por aí, ou até mesmo se perguntarem porque diabos perdi meu precioso tempo falando de algo que eu não gosto, só digo uma coisa: O Baguncinhas não existe para aumentar a faminha de ninguém, nem pra servir de zona de babação. Gosto de falar, gosto de escrever, e meus dedinhos agoniados ficam nervosos quando ficam muito tempo parados. E além do mais, quem disse que esse post vai interferir na vida e na fama do Bieber??? Ele continuará rico, famoso, sem graça e lotando atrevidamente cada cantinho da tela do meu computador, mesmo que eu continue fugindo feito louca. E a não ser que ele cresça, se torne um macho alfa (entenda aqui) e consiga me fazer olhar pra ele sem ter vontade de vomitar, eu continuo não gostando dele. 

Mas é aquela velha história, né? Nunca diga nunca...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...