Menu

22 maio 2012

Série Química Perfeita 01, por Simone Elkeles

Fazia horrores de tempo que eu queria trazer meu projeto de resenha dessa série pra vocês. E não só porque eu sou fã da autora, mas porque a série é realmente muito boa e é um estouro de vendas lá fora. Só não entendo porque essa febre ainda não chegou no Braseeeel! Como pode???


Vamos à sinopse:


Os garotos do Instituto Fairfiel, do subúrbio de Chicago, sabem que South Side e North Side não se misturam. Assim, quando a líder de torcida Brittany Ellis e o marginal Alex Fuentes são obrigados a trabalhar juntos como parceiros de laboratório na aula de química, os resultados prometem ser explosivos. Mas nenhum deles estava pronto para a reação química mais surpreendente de todas: O amor. Poderão romper os preconceitos e estereótipos que os separam?













Dizer que eu sou uma fã vibrante e estonteante da escrita da Dona Simone Elkeles é fichinha. Eu sou completamente viciada nos livros perfos da cidadã e me encanto mais e mais quando leio uma série e outra. Ficou bem provado isso em Leaving Paradise (AQUI) e Return to Paradise (que ainda vai ter resenha, aguardem!). E quando vi essa trilogia que conta a história nada fácil dos mexicanos irmãos Fuentes, fiquei super curiosa pra ver no que daria.

Química Perfeita me conquitou primeiro pela capa, depois pela sinopse, depois por todo o resto, rsrs. Eu tinha uma certa duvidazinha se ele ia ser levado na mesma linha de Três Metros Acima do Céu do estonteante Federico Moccia (veja aqui) e achei que deveria arriscar lê-lo, e quando soube que se tratava de uma série, então...

A história da menina perfeita Brittany Ellis que procura a todo custo manter a sua fachada de diva e garota de ouro encaixa muito bem com a do mexicano membro de gangue e igualmente fingidor Alejandro Fuentes, ou Alex, como ele prefere. A dupla não tem nenhum contato a não ser por frequentar a mesma escola na cidade de Fairfield. No entanto, é durante uma aula de química que eles tem de se acostumar um com um o outro. E a química realmente, realmente acontece. Brittany é aquela garotinha rica, loira e absolutamente bonita que por mais que se esforce para parecer a musa perfeita de todos os tempos, esconde por trás da máscara uma filha decepcionada e angustiada, uma irmã preocupada e acolhedora, e uma garota buscando entender sua própria vida. A única coisa que ela deseja é fazer tudo certo e evitar problemas e confusões. Tem amigas legais, um namorado bonito e atencioso e bem... O que falta mesmo em sua vida? Talvez um pouco de pimenta?

Sim, quando Brit Alex se conhecem a pimenta (da vermelha!) rola solta. Eles meio que se destestam. E quem que não gosta desses romancezinhos sacanas de duplas que começam jurando ódio eterno?! Alex adora tirar uma com a cara da loira e faz ela ficar corada com praticamente tudo. E ela, por outro lado, sempre arruma um jeitinho feminino e sofisticado para se vingar dele. Uma panela cheia de pressão dessas não poderia fazer outra coisa, senão explodir cedo ou tarde. Mas as coisas não são tão simples: Brité a daminha perfeita, que mesmo com sua boa cota de defeitos e imposições, precisa manter as aparências; e em contrapartida, Alex tem a sua sina, seu destino traçado dentro da Sangue Latino, a gangue da qual faz parte. Eles não tem futuro juntos, por mais que a atração seja completamente inegável.

—Onde está o meu telefone? - perguntou. — E, por favor, vista uma camisa.
Alex se abaixa e pega meu telefone no chão.
—Porque?
—Bem, eu preciso do telefone, - digo, tirando o telefone da sua mão, para chamar um táxi - e eu quero que você coloque uma camisa porque, bem, porque eu ...
—Você já viu um cara sem camisa?
—Ahahaha, que engraçado. Muito engraçado. Acredite você não tem nada que já não tenha visto.
—Quer apostar? Ele diz, tocando seu jeans e abrindo o botão. Isabel aparece na hora certa.
—Oh, Alex. Por favor, não tire as calças.
Quando ela olha pra mim, eu levanto minhas mãos.
—Ei, não me olhe assim. Eu estava prestes a chamar um táxi quando ele...
Pág 115

XXXXXXXXXXXXXXXXX

Será que é cientificamente possível uma pessoa viciar-se em outra?
Pág 175

XXXXXXXXXXXXXXXXX

—Você gosta dele?
—Não sei. Nunca pensei em Paco desse jeito... Mas gostei de ficar com ele. E como foi o beijo, com Alex?
—Muito bom. - eu digo, pensando no quanto aquele beijo foi sensual. - Na verdade, Isabel, foi bem mais que muito bom. Porra, mulher, foi incrível!
Pág 180

O livro é cheio de diálogos bacanas, mostra um romance mais apimentado e não tão bobinho e cheio de desilusões como a gente costuma ver. A garota, mesmo sendo rica e popular é uma menina consciente, sem frescuras exageradas. E o mocinho é um doce, com uma dose bem sacana de sarcasmo e que faz o ritmo da história ficar ainda mais alucinante.

>> Leiam AQUI o primeiro capítulo que a Editora Underworld disponibilizou.

Capa do original em inglês:
 

Capa da versão em espanhol:


E se você amou a capa brasileira assim como eu, a editora também disponibilizou para download dois wallpapers com a imagem dos nossos queridos personagens, Brittany Alex. (Clique nas imagens para ampliar)



Lindos, né não?


Um comentário:

  1. Nossa comecei a ler a trilogia agora... vc sabe o nome do modelo da capa brasileira?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...