Menu

23 julho 2012

DEVOCIONAL: A Ponte

Depois de algum tempo sem um Devocional, tá mais do que na hora de colocar as coisas em dia, né?

E por isso, hoje eu trouxe não somente um devocional, mas algo que provavelmente irá tocar vocês de uma forma única, especial, assim como ocorreu comigo.

O video abaixo chama-se Most: The Bridge, ou A Ponte, e é um filme inspirador que tem emocionado muita gente mundo afora. Ele conta uma história comovente, algo que nos faz avaliar sobre a nossa vida e sobre nossas atitudes.Tem duração de 37 minutos, e antes que você torça o nariz dizendo que não vai perder tempo vendo um filme qualquer que uma louca sugeriu num post, lembre-se somente quantos 37 minutos você (e eu também!) já perdeu assistindo tutoriais de maquiagem, resenha de livros ou mesmo clipes de humor. Se 37 minutos são preciosos pra você agora, garanto que um mísero segundo será ainda mais precioso depois que você assistir o filme.

Bem, segue o video abaixo. Depois farei meus humildes comentários.




Depois de ver esse video, eu me pus a pensar quantas vezes eu deixei o caminho do Senhor de lado, quantas vezes eu esnobei Seu sacrifício e principalmente, quantas vezes eu me comportei mal diante do amor que Ele sempre demonstra por mim. A história desse pai não é diferente.

Ele permitiu que seu filho tão amado, tão querido, a sua única companhia, fosse trocado por pessoas orgulhosas, cheias de rancor e maldade nos corações, pessoas vazias e que sequer se importaram com o sacrifício daquela criança. Quantas vezes eu não fui exatamente como uma daquelas pessoas? Quantas vezes você não foi uma delas?

A dor desse pai não foi diferente da dor de Deus ao permitir que Seu Filho amado morresse por nós, daquela maneira tão sofrida, tão cruel. Um Filho que morreu para nos salvar, assim como a criança desse video, que de maneira tão generosa e amorosa, não pensou duas vezes em dar sua vida por pessoas esnobes, mesquinhas, duras. Pessoas que nem imaginavam o sacrifício que estava sendo feito, e pior ainda, pessoas que até hoje não dão valor a esse sacrifício.

Mas não é pelo sofrimento e pela dor que devemos glorificar ao Senhor. Ele fez o que fez por puro e infinito amor a nós, míseros seres humanos, obra grandiosa de sua perfeição. E Ele nos ama tanto que somente quer que possamos refazer o que foi destruído, que possamos consertar aquilo que está quebrado, que possamos fortalecer aquilo que está enfraquecido. Deus nos ama tanto que ele nos dá uma nova oportunidade todos os dias, assim como a moça no final do filme. E são através desses pequenos atos de renovação que Deus se alegra de seu sacrifício, que Ele vê que valeu a pena ter lutado por nós, porque se ao menos um reconhecer esse ato supremo de amor, já terá sido o bastante.

Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram.

E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.

2 Coríntios 5:14-15
Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram.
E Ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para sí, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.
2 Coríntios 5: 14-15

Quantas vezes você deixou a sua vida chegar ao fundo do poço por achar que não tinha mais solução? Quantas vezes você culpou a si mesmo por coisas que já não tinham mais volta? Quantas vezes você esqueceu que o Senhor ama você mais tudo? Será que esse sacrifício ainda é pouco? Será que morrer na cruz e ser torturado tão duramente não é prova de amor o bastante pra você? Será que liberar perdão a todo momento não significa nada? Já parou pra pensar o quanto Deus luta por você todos os minutos? O quanto essa batalha é árdua e ainda assim Ele não desiste? Porque os seus medos servem de barreira, as suas injustiças, os seus pecados se transformam em grandes obstáculos.

Antes de você colocar os seus problemas em primeiro lugar, antes de você reclamar e resmungar, antes mesmo de achar que não vale mais a pena, lembre-se somente do que Deus já fez para você estar vivo. Lembre-se desse amor tão grande e a sua vida nunca mais será a mesma.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
João 3:16
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
João 3:16
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
João 3:16
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
João 3:16

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...