Menu

25 agosto 2012

Que poder é esse?

Me diga como fica a sua cara de tacho enferrujado quando vê uma foto dessas...


E me diga mais como fica a sua indignação quando você descobre que a pessoa que estampa a capa da revista - diga-se Forbes, A FORBEEEES! - é a terceira mulher mais poderosa do mundo no ranking atual. Sim, do 'mundo todinho'.


Aí fico eu feito uma retardada me perguntando se por acaso, por um mero acaso, a revista cita que o poder de governo dessa tal pessoa é tão imenso que conseguiu paralisar metade do sistema público de seu país, atrasar de maneira escandalosa o calendário estudantil das universidades, e tratar a educação brasileira como uma dor de cabeça chata e irritante.

Eu não gosto de política (pode me criticar a vontade por isso), não gosto de discutir sobre política, mas sei que ela é essencial e que faz parte do nosso cotidiano. Mas para certas coisas não há como fechar os olhos. A Universidade Federal daqui da Paraíba, por exemplo, já anunciou essa semana a suspensão do calendário acadêmico após os mais de 90 dias de greve. Pois é, pra você que vive no mundinho da lua, saiba que várias universidades estão há mais de três meses sem aula, o que quer dizer um prejuízo gigantesco para educação do país, um atraso sem tamanhos para os milhares de estudantes que tinham datas para concluir os cursos. Sem contar os outros detalhes.

Mas eu particularmente, e pelo visto a grande maioria dos estudantes, não culpamos os professores. Pois pessoas que são responsáveis por incentivar a cidadania e formar profissionais num país, deveriam, no mínimo, receber o direito merecido. Vereadores, senadores aprovam um aumento salarial de 100, às vezes 150%, mas um salário digno e um plano de cargos e carreiras para os professores é um ato impossível de se realizar. Esse é o nosso Brasil, e é nesse momento que me dá certa vergonha de ser brasileira.


Bem, o resumo de tudo isso é: em um calendário normal, eu já estaria concluindo um mês de aula. Agora, tenho que esperar o período 2012.1 terminar (quando a greve tiver fim, claro) e só assim poderei fazer minha matrícula. Ou seja, creio que antes do cinquenta anos eu termino o meu curso.

>>O desabafo estava exigindo para sair. Desculpem ocupar o espaço do blog com isso.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...