Menu

19 setembro 2012

Queria ler, mas...

Andando bobamente pelo Submarino e Saraiva da vida esses dias, vi como minha listinha de leitura só tá crescendo ultimamente. Isso muito por causa desses bloguinhos literários bandidos e do Skoob que vivem me apresentando lançamentos extraordinários. Até tô bem mais controlada e parei um bocado de gastar rios de dinheiro (até parece...) em livrinhos que estão parados na estante sem a menor previsão de quando serão lidos.

Por isso, agora eu tô mais seletiva. Quando tem algum título que me chama a atenção, leio a sinopse dele quinhentas mil vezes, procuro por tudo quanto é resenha internet afora e me pergunto um tempão se realmente aquilo me interessa e se serve pra ocupar espaço na minha estantezinha apertada.

Assim, fiz uma listinha de uns livros que sempre perambulam pela minha relação de leitura, mas acabam sendo deixados pra mais tarde. É aquela coisa, queria lê-los, mas ou penso que são bobinhos, ou são cansativos, ou são chatos, enfim... Por isso, trouxe aqui pra que alguma alma caridosa me dê sua humilde opinião. Conto com vocês.


A série Assassin's Creed

Assassin's Creed é a novelização da bem-sucedida franquia de jogos de Ação-Aventura Assassin's Creed, da empresa francesa Ubisoft, criadora de inúmeros outros títulos de sucesso, entre eles Prince of Persia. Traído pelas famílias que governam as cidades-estado italianas, um jovem embarca em uma jornada épica em busca de vingança. Para erradicar a corrupção e restaurar a honra de sua família, ele irá aprender a Arte dos Assassinos. Ao longo do caminho, Ezio terá de contar com a sabedoria de grandes mentores, como Leonardo da Vinci e Nicolau Maquiavel, sabendo que sua sobrevivência depende inteiramente de sua perícia e habilidade. Assim começa uma épica história de poder, vingança e conspiração.

-Assassin's Creed - Irmandade
-Assassin's Creed - A Cruzada Secreta
-Assassin´s Creed - Renascença
'Irei viajar até o coração negro de um Império corrupto para arrancar o mal pela raiz. Mas se Roma não foi construída em apenas um dia, também não será restaurada por um assassino solitário. Eu sou Ezio Auditore de Florença e essa é a minha Irmandade.'


 
Assassin's Creed é aquele livrinho (aqueles, na verdade) que olho o tempo todo e acho muito massa. As capas são perfeitas, a sinopse é envolvente, e além de tudo é baseado em game. Tudo bem que não conheço o game e nem gosto muito de game, na verdade, massss... Acho a série interessante demáaas. E ao mesmo tempo, fico pensando que deve ser uma decepção. Que vou ler até a página 50 e com raiva, entucar ele de volta na estante. E por se tratar de uma série, a tendência é a gente querer ter todos. Sendo assim, é uma dúvida muito cruel se compro o tadinho ou não.


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>


501 Filmes que Merecem ser Vistos


501 Filmes que Merecem ser Vistos é uma obra de referência que não pode faltar na estante de cinéfilos, de quem gosta de planejar os filmes do fim de semana ou, então, daqueles que não querem ficar de fora das conversas no happy hour com amigos.

A obra proporciona descobertas inesperadas em filmes clássicos e contemporâneos, que foram vistos pela perspectiva de conceituados críticos de cinema.

A publicação é a companhia perfeita para todos os admiradores da sétima arte, seja para os que procuram aprofundar seus conhecimentos sobre determinado filme ou gênero, seja para aqueles que procuram um guia de referência para montar sua cinemateca pessoal.


Está aí um livro que acho bacanérrimo, mas morro de preguiça de comprar. Penso que ele é interessante, principalmente pra quem gosta de filme como eu, mas deve ser tão superficial que não me empolga tanto. Dá aquela sensação de dinheiro gastado à toa numa coisa que você sequer vai parar pra ler direito. Dúvida gritante se o leio... 


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>


Cartas de um Diabo a seu Aprendiz


Dedicada ao seu amigo, J. R. R. Tolkien, esta obra-prima da ironia divertiu e instruiu milhões de leitores com seu retrato zombeteiro e irônico da vida humana feito a partir do ponto de vista do diabo Fitafuso. Ao mesmo tempo freneticamente cômica e supreendentemente original, a correspondência entre o experiente diabo e o seu sobrinho Vemebile mostra o lado mais sombrio e jocoso de C. S. Lewis. Esta edução é baseada na edição do sexagesimo aniversário, que inclui pela primeira vez Fitafuso propõe um brinde, no qual o notório Fitafuso oferece um jantar aos jovens demônios na Faculdade de Treinamento de Tentadores.


Só conheci esse livro recentemente, e por se tratar de uma obra do Lewis, realmente tenho muito interesse nele. Mas não encontro muitas resenhas na net, por isso ando com o pé atrás. O livro parece ser irônico e divertido, ainda mais por ser uma ode ao Tolkien. Talvez a compra até fosse um bom investimento, claro, mas fico pensando que tenho tantos outros na lista de desejados que nem vale muito a pena se preocupar com ele agora. Sem falar que tô meio preguiçosinha pra literatura cheia das dificuldades no vocabulário.


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>


Glee: O Início


Uma oportunidade única para conhecer os bastidores do colégio McKinley - antes mesmo de o New Directions existir aos olhos do Sr. Schuester e descobrir tudo sobre os principais personagens da série Glee. Quando Rachel viu Finn com outros olhos pela primeira vez? Como Quinn e Puck começaram seu romance secreto? Quando Mercedes começou a confundir os conceitos de amigo gay e namorado? E como será que o então amador clube do coral sobrevivia sem um líder destemido? Dica: não era exatamente um sucesso. O livro é baseado na série de TV da Fox criada por Ryan Murphy, Brad Falchuk e Ian Brennan. A série é sucesso desde sua primeira temporada e teve 19 indicações ao prêmio Emmy e 11 Golden Globes.


Esse eu fiquei doida pra ler desde que foi lançado e cheguei a colocar na cestinha de compras várias vezes. Pelo fato de ser bem fã de Glee (tá, eu tô super atrasada nas temporadas da série), pensei que seria legal saber um pouco mais da história dos alunos maluquetes do McKinley. Mas depois murchei e achei que seria bobinho demais, passável demais e coisa e tal. Acho que só irei lê-lo se muitas pessoas me garantirem que é muito bom.


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>


A Mão Esquerda de Deus



'Preste atenção. O Santuário dos Redentores no Penhasco de Shotover deve seu nome a uma grande mentira, pois há pouca redenção naquele lugar e ele tampouco serve de refúgio divino.'
É com esse alerta que o inglês Paul Hoffman começa A Mão Esquerda de Deus, um livro sombrio e cheio de mistério. Estréia do autor no romance aventura, a obra vem sendo divulgada no exterior como um "novo Harry Potter", muito embora o autor não recorra a elementos sobrenaturais nem raças não-humanas em sua narrativa.
O cenário da trama é desolador. Habitado por meninos que foram levados para lá muito novos e geralmente contra a sua vontade, o Santuário dos Redentores é uma mistura de prisão, monastério e campo de treinamento militar. Lá, esses milhares de garotos são submetidos a uma sádica preparação para lutar contra hereges que vivem nas redondezas. A intenção dos Lordes Opressores, os monges que protegem o lugar, é fortalecer os internos tanto física quanto emocionalmente, preparando-os para uma monstruosa guerra entre o bem e o mal.


Outro que já coloquei no topo da lista trocentas vezes e sempre desisto no último minuto. Penso mesmo que ele deve ser super cansativo e mais 'pobrinho' do que divulga. Acho a capa dele fantástica, um estilo bem sombrio e assustador. Mas descobri esses dias que também faz parte de uma série, o que já me desmotiva (O segundo se chama As Últimas Quatro Coisas). Pelas resenhas que eu tenho lido, ainda não o vi como uma leitura excepcional, mas algo me atrai para ele e hora ou outra eu fico na dúvida se devo comprá-lo ou não.


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Drive: O Livro Que Deu Origem ao Filme



O livro conta a história de Driver, um dublê de filmes durante o dia e motorista de fugas durante a noite, que está sempre mais confortável atrás de um volante. Shannon gerencia Driver em seus dois trabalhos e, de olho no talento do rapaz, propõe a Bernie Rose que financie seus planos de montar um carro para Driver concorrer nas pistas de Stock Car. Após ver as habilidades do garoto dentro de um carro, Bernie propõe uma parceria entre Driver e Nino, seu subordinado. Mas a vida de Driver muda abruptamente ao conhecer Irene, por quem se apaixona.
Ao encontrá-la de novo, Driver oferece uma carona após descobrir que o carro da moça havia quebrado e, à partir daí, tem sua rotina alterada, alternando entre levar Irene à seu emprego de garçonete e cuidar de Benicio, filho da moça. Quando Standard, o marido de Irene, sai da prisão mais cedo por bom comportamento, Driver se vê obrigado a sair de sua vida e respeitar sua decisão de manter a família unida. Até que um dia, ao encontrar Standard caído sobre uma poça de sangue com um amedrontado Benicio ao seu lado, ele se vê de volta à vida de Irene e envolto em problemas.



Fiquei super curiosa por esse livro depois de ver o filme com o Ryan Gosling. Achei tão interessante, tão diferente de tudo o que tem sido lançado ultimamente, que pensei: 'Poxa, o livro deve ser o pipôco!" Mas aí vem aquela velha indecisão... E se não for tão legal assim? Tem coisas que ficam bem melhor na telona do que propriamente nas páginas. As cenas de ação, as expressões confusas dos atores, aquela adrenalina correndo solta. Não sei... Além do mais, também não vi muita gente que falou bem dele.


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

O Grande Gatsby



O Gande Gatsby é o romance americano definitivo sobre a Era do Jazz, os anos prósperos e loucos que sucederam a Primeira Guerra Mundial. Depois de dois romances e vários contos de sucesso, Fitzgerald estava disposto a escrever algo novo, extraordinário, belo e simples. Não podia ter sido mais bem-sucedido. E, com este livro, conquistou seu lugar entre os maiores escritores de todos os tempos.



Esse é outro que tá na minha listinha justamente por conta do lançamento do filme com meu boy magia Leonardo DiCaprio. É um livro clássico, e um dos mais lidos dentro dos Estados Unidos. Se não me engano já teve uma adaptação anterior para o cinema, mas desta vez é Baz Luhrman que está na direção e sacomé... Filmes do Baz são escândalos de tão perfeitos. Acho que pra não ficar decepcionada, vou esperar pra ver o filme antes. Estreia em 2013.


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Mundo Emerso (Crônicas, Guerras e Lendas)


Com mais de 100 mil exemplares vendidos apenas na Itália, chega ao Brasil o bestseller A Garota da Terra do Vento, primeiro volume da trilogia Crônicas do Mundo Emerso. A história da jovem guerreira Nihal - única sobrevivente da devastação imposta pelo Tirano à raça de semi-elfos. Criada por um armeiro e envolta pelo mistério de nunca ter conhecido sua mãe, Nihal vive na Terra do Vento e passa seus dias brincando de fazer guerra com um grupo de amigos. A vida da jovem muda quando a torre onde vive é invadida e ela presencia a morte de Livon, o homem que a criou e que tanto amou.
Disposta a vingar o extermínio de seu povo e a proteger os inocentes das tropas do tirano, Nihal decide tornar-se uma guerreira de verdade. Ela sabia que a invasão da Terra do Vento era mera questão de tempo, pois a guerra do Tirano já havia conquistado cinco das oito Terras Livres do Mundo Emerso. Para isso, a jovem se prepara estudando magia e treinando com afinco na Academia da Ordem dos Cavaleiros de Dragão da Terra do Sol. Nihal conta com sua infalível espada de cristal negro, forjada por Livon, o melhor armeiro da região, e com o inestimável apoio do seu fiel amigo Senar, o mais jovem integrante do Conselho dos Magos.
Em sua busca, ela encontra ainda o amor pelo cavaleiro Fen e os ensinamentos do mestre Ido. A jovem Nihal enfrenta o preconceito dos homens e a dificuldade de lidar com sua feminilidade. A semi-elfo esforça-se ainda para encontrar uma razão para lutar que não seja somente a vingança. Ela chega a abandonar a guerra a fim de conhecer a vida em paz num povoado livre. Conhece a felicidade de viver sem rancor no coração, mas volta aos campos de batalha. Seu destino já estava escrito havia muito tempo.


E o último da minha listinha... A série da Licia Troisi. Esses também circularam muitas vezes pela minha sacolinha de compras, mas nunca chegaram até o fim. Primeiro por se tratar de uma série bem grande e segundo, porque morro de medo de ficar fazendo muitas comparações com O Senhor dos Anéis. Não sei de onde tirei essa teoria que se parece com a trilogia do Tolkien, mas sei lá... Pelos textos, tem muito em comum. E é realmente triste quando você vai com o maior gás na leitura de um livro, e acaba se decepcionando com a loucura do enredo e a pobreza completa da história. Tô sempre adiando a leitura deles, e penso que continuarei adiando por um bom tempo, mas ainda assim acho que deve ter uma história legal.


So, dear people... Esta foi minha listinha de indecisos, ...

Espero que alguém possa me dar algumas dicas boas se os leio ou não... Ou me indicar alguns outros muito legais. Sabem como é, a pessoa aqui tem uma necessidade angustiante de livrinho novo.

Xero, xero!

2 comentários:

  1. Hm me interessei pelo do Diabo ali. Mas aqui tá faltando um lançamento muito comentado... 50 tons não te despertou o interesse. Eu li e to fazendo resenha pra semana que vem no blog. Hehehe. Bjs

    ResponderExcluir
  2. @Camila Monteiro - Tá aí, Camila, até pensei nele pra pôr na lista. Mas é que sou muito fã da Irmandade da Adaga, o Vishous pra mim é O CARA no quesito dominador, kkkk, e fiquei com medo desse 50 tons ser fraquinho demais. Pra mim ñ tem como ñ fazer comparações... Juro que tô cheia de preguiça de lê-lo e acabar me decepcionando.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...