Menu

28 outubro 2014

Cinco Personagens, Cinco Lembranças


Eu 'tava de boa na vida, passeando pelo Skoob esses dias e observando quantos livros legais já viraram filmes. E quantos desses livros legais se tornaram bem legais também na telona. Não tô aqui pra fomentar a discussão boba e sem fundamento de que livro é melhor que filme, porque isso é uma encheção de linguiça que não traz benefício nenhum, mas confesso que curto muito acompanhar aquele personagem maravilhoso que vi nos livros ganhar corpo e expressão nas telas de cinema.

E foi assim que saí buscando na minha mente que muito trabalha, os personagens que mais me trazem lembranças legais. Coincidentemente, a grande parte deles já tem um rostinho conhecido, o que facilita muito a lista de memórias, hehehe...

Sendo impossível botar numa ordem de classificação, fiz a lista aleatória, porque todos eles moram no mais fundo do meu coração. ;-)


# Rudy Steiner


Oh, céus, o que falar do Rudy? A não ser que... "Ele mexe comigo, esse garoto. Sempre. É sua única desvantagem. Ele pisoteia meu coração. Ele me faz chorar".

Acho que o Rudy ainda consegue mexer mais comigo do que a própria Liesel do cativante livro A Menina que Roubava Livros. Acho que ele tem uma singularidade, uma delicadeza, uma inocência tão perfeita que já não encontramos nas crianças de hoje em dia. A amizade suprema que ele nutre pela companheira de aventuras, o sentimento que vai aflorando aos poucos, a confiança e coragem que ele estabelece em relação a ela é algo magnífico de acompanhar nas páginas, assim como nas imagens. 

De alguma forma, penso que o ator que escolheram para interpretá-lo na adaptação parece bem mais novo do que o Rudy que tenho em mente, ainda assim, não conseguiu diminuir a beleza e o sentimento comovente que tenho em relação a esse garoto. Pensar nele me traz uma lembrança boa, e ainda assim, me dá vontade de chorar. Pois é, se ele conseguiu fazer com que até a morte se encantasse por ele, imagina nós reles mortais.


# August Waters


O Gus tinha que aparecer por aqui porque ele é infinito. Porque é pra isso que ele foi escrito, e acredito piamente que o John Green queria imortalizar algo criando um personagem tão puramente cativante e gente boa que foi assim que nasceu o Agustus Waters.

Admito que chorei mais com ele no livro. Chorei, me acabei, fiquei deprimida. A história foi linda demais para eu me segurar. Tanto é que quando chegou a vez do filme, minhas lágrimas pareciam ter secado. Não houve tanta emoção assim. Acho que é porque senti falta dos olhos azuis do Gus, e da forma tola que ele encarava a morte.

Mas o Gus me traz lembranças muito boas. A principal delas é a forma de pensar no futuro: não querer nada além de não ser esquecido.


# Ron Weasley


O que seria das séries infantis sem Harry Potter? O que seria do boom dos livros nos últimos anos sem Crepúsculo? É, vocês podem até ser do contra, mas precisam admitir que muitos leitores se formaram começando a ler livros assim. Histórias fantasiosas, cheias de personagens, cheias de encantos. E de algum modo, o bruxinho mais famoso da literatura e do cinema causou muito alvoroço em relação a leitura. Assim, seus amigos na ficção também tumultuaram um pouco.

Acho o Ron e a Hermione mais legais que o próprio Harry. Acho muito mais legais mesmo. E o Ron tem uma parcela de lembranças positivas, porque ele simplesmente conseguiu levar toda a saga conturbada de Hogwarts na maior vida mansa, como se tudo ali não passasse de uma brincadeira. Sim, teve seus momentos sérios, teve suas pisadas de bola, teve suas crises, mas no fim... Sei lá, o Ron parece que foi o único personagem na série que enfrentou tudo apenas se divertindo. Não havia Voldemort, monstros ou o que quer que fosse que o estressasse. 

É, ele é aquele tipo de personagem que a gente sorri só de olhar pra ele.


# Tiffany Maxwell


A Tiffany nem ficou tão famosa assim no livro O Lado Bom da Vida como ela ficou com o rostinho da Jennnifer Lawrence no filme de mesmo nome. O fato é que ela é a única que parece destoar um pouco dessa minha lista.

A Tiffany sofreu e guardou marcas pesadas em sua história. Até ela encontrar o Pat. E tudo fica leve e fácil depois desse encontro. O legal é que só sabemos da Tiffany pelos olhos do Pat, assim temos uma visão muito graciosa dela. De início, ela é louquinha o bastante para causar um alvoroço na vida do nosso amado protagonista, mas logo em seguida ela se revela. Sua doçura, sua alegria, sua confiança. De algum jeito, ela conseguiu transformar a vida de um cara que conheceu o lado negro da loucura com sua disposição e boa vontade. Adoro ler e reler os trechos em que ela aparece no livro, como nos treinamentos de dança. E adoro ver e rever as cenas engraçadas dela na TV. E a JLaw só conseguiu deixá-la ainda mais divertida.


# Adrian Ivashkov


Bom, o Adrian é o único por aqui que não tem um rosto oficial, mas já vi muitas fotos internet afora que me fazem lembrar bastante dele. Essa do Hayden Christensen é uma delas, com direito a cigarro e tudo!

E enfim... Ele me traz lembranças muito contraditórias. Primeiro porque ele não é necessariamente um bom sujeito. Ele está afundado nos vícios, ele se entrega a sua insignificância e não está nem um pouco preocupado com os problemas que cercam seus amigos na série Academia de Vampiros. Ele está somente curtindo a esbórnia. Mas conhecer a Rose e perceber que o mundo não gira em torno de si mesmo faz Adrian ir amadurecendo aos poucos. O legal do personagem é isso, ele vai sendo construido durante os livros, vai se moldando e se recuperando de seus defeitos mais pesados.

O Adrian cativou tanto que a autora Richelle Mead desenvolveu outra série só pra falar dele. Laços de Sangue vem contando a estória dele e da alquimista Sydney e ainda promete muitas aventuras até o gran finale. Ando louca pra saber qual será o desfecho do galã e de como a vida dele promete virar de cabeça pra baixo. Sem falar que também ando doida pra saber se conheceremos o Adrian da telona, mas a continuação da série nos filmes por enquanto é só promessa.


E termino aqui minha listinha básica. Fiz vocês matarem a saudade desses personagens fofos também?! Comenta aí!

Bjoks.

2 comentários:

  1. Adrian!!! Sim, amei o personagem e ainda não li a coleção dele, mas amei sua lista. Só o primeiro que não conheço ainda.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila! Bom te ver por aqui :-)

      Minha lista não é mesmo a mais fofa? rsrsrs
      E corre pra ler o livro do Rudy, menina, garanto que você vai amar.
      Bjs, bjs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...