Menu

28 dezembro 2016

TOP Piriguetagem Literária 2016

Pra terminar 2016 com chave de ouro e toda aquela emoção bonita e esfuziante, nada mais que adequado trazer nosso querido, amado e estimado Top Piriguetagem Literária do ano, néeeeee, povo?!!

Breves explicações pra quem ainda por cargas d'água não conhece:

O meme foi criado pela Nanda do Viagem Literária em 2011, com base na descrição de piriguete literária (vrá!) feita pela Luciana do TOC Livros:

"De acordo com o dicionário Aureliânus, sofre de piriguetismo literário aquele(a) que troca de paixão platônica fictícia toda semana, e usa a expressão 'é meu' quando descreve algum personagem. Este tipo de piriguete usa ou usará óculos e sente frio (característica principal que a diferencia das outras espécies).”

E Baguncinhas que se preze não fica de fora. (Veja aqui e aqui os de anos anteriores). Esse ano tem estouro da boiada de tanto boy magia. Tira as crianças da frente e se solta!


#10 Ky, Heart Recaptured (Skoob)

A série da Tillie Cole - Hades Hangmen - que me conquistou muito no início de 2016 vai ser uma queridinha nessa lista, vou logo avisando. Tem motoqueiros lindos e sarados e uma trama com mocinhas detonadas e seitas malucas muito bem boladas. E o livro 2 da série é o livro do depravado e boca rasgada do Ky. Ele é o Vice Presidente do Hades Hangmen Moto Club e ele está mais do que disposto a ajudar a coitada da Lilah a se acertar na vida depois de ser liberta de um culto maluco o qual ela era escrava.
Só posso dizer que o Ky conseguiu ser um maluco fofo e apaixonante. Piriguetei muito e achei lindo todos os sacrifícios que ele fez pela loira linda de morrer da vida dele. Aviso aos navegantes: leiam essa série que é muito, muito, muito boa!









#9 Fredrik, O CISNE E O CHACAL (Skoob)

Êhh... Fredrik! 'Tava esperando por você, sujeito... Depois de babar por sua causa em O Retorno de Izabel, claro que eu estava ansiosa pela sua história. Pena que o livro do Fredrik não é tão romance assim. É a história de um assassino e de como ele precisa lidar com seus maiores terrores. Contudo, esse membro da Ordem é lindo, deuso, poderoso, perigoso e disposto a tudo pelo que ele acredita. Dá até pra dá umas choradinhas lamuriosas no livro dele...


















#8 Jared, SEMPRE FUI SUA (Skoob)

Me rendi a essa série e como muita gente por aí, também me apaixonei pelo Jared e sua vida de bullying contra a Tate. A história é um New Adult bem interessante, bem escrito pela Penelope Douglas e com toques bem sensuais até. E acho que piriguetei mais o Jared pela história dele, pelo conjunto da obra... Ele se doou, se sacrificou, sofreu e apanhou, mas mereceu o seu momento feliz. E ele é coisinha linda de doer!














#7 Simon, O DUQUE E EU (Skoob)

Sim, o duque da série da Julia Quinn! Simon tinha que estar nessa lista, vai! Arrasante, esse sujeito. E cada diálogo e pegadinha mais divertida que a outra com a Daphne. Essa série da Julia é muita fofa e divertida e vale a pena ler, mas ainda parei no Livro 1. Quer lordes escandalosos, delicinhas e divertidos? Vai nessa série que você se acha.
















#6 Dante, NO MUNDO DA LUNA (Skoob)

O Dante foi uma surpresa... Depois de algum tempo, peguei outro livro da Carina Rissi e me apaixonei de novo pela fofura com que ela escreve. É nossa Sophie Kinsella Made in Brasil, não tem jeito. E o Dante é aquele cara que vai deixando você apaixonada aos poucos e que logo você se acha de cabelo em pé e enlouquecida pelo bofe. Igual à Luna, a doida da vez. E ele ainda por cima é a cara do Clark Kent, minha gente! Isso é judiar demais. Jornalista gato, charmoso, inteligente e mandão? Gama no Dante que é sucesso.











#5 Garrett, O ACORDO (Skoob)

Outra série que 'garrei de amores esse ano foi essa da Elle Kennedy. Li os dois primeiros e não consegui não ficar gamadinha da silva pelo Garrett do primeiro livro. Divertido? Blá! Sexy e charmoso? Qual é! Ele perturbou tanto a Hannah (ou Wellsy) que perturbou meu coração também e levou ele à reboque. Livro bem delicinha, daqueles que dá vontade de ler 2, 3, 4, 5, 6 vezes só pra se divertir e se apaixonar pelo bofe escândalo do mundo do hóquei na Faculdade Briar.














#4 Rafe, THE KISS OF DECEPTION (Skoob)

O Rafe quase, quaaaaaaase ficou no Top 3 dessa lista. Mas o porém é que o Rafe ainda é um caso incerto. Ele é lindo, ele é fofo, ele é sem vergonha, ele tem uma língua afiada e ele faz de tudo para pegar a Lia desprevenida. Mas o caso é que tudo anda muito nebuloso nessa trilogia da Mary E. Pearson. Espero que daqui pro fim ele ainda se mostre e se amostre e a gente possa gamar mais um bocadinho no coisa linda.













E agora o pódio...


EMOÇÃO...



ADRENALINA.....



SUSPENSE....



E...

Ok, segurem as perucas, porque aqui a coisa é séria. A piriguetagem rolou louca, solta e esfuziante. Cata:


#3 Jimmy, LEAD (Skoob)

Jimmy Ferris meu amor eterno e sagrado! Bofe escandaloso e vocalista coisa linda do Stage Dive e que arrasa o coração de nós todas e bagunça nossa pobre mentezinha. Dona Kylie Scott destroçou tudo criando a série dessa banda fantástica e fazendo o Jimmy Delícia habitar em nossas vidas. Gente, o homem é poder! E quem vive pra aguentar as paranoias dele? Lena e essa pessoa aqui que vos fala. Tantas risadas nesse livro que fiquei com soluço. E tanta fofura e arrara quarteirão que chega deu piripaque. Provem o Jimmy e depois aprovem! Medalha de Bronze pro bonitão.












#2 Flame, SOULS UNFRACTURED (Skoob)

Esse aqui também ficou no time dos quase, porque quase, quase, quase que ele era primeiro lugar. Flame não só me conquistou como me arrasou. Ele é outro membro do Hades Hangmen Moto Club e tem uma história de vida como nenhuma outra. O que sofreu, o que suportou e o que se tornou... Não há como explicar, você precisa conhecer o Flame, digo, PRECISA! E leia do livro 1 pra pegar todas as nuances do sujeito, tá? Mesmo o desenrolar dele sendo só no livro 3 com a linda e graciosa e sofredora Maddie. Gente, juro... Piriguetar o Flame como fiz esse ano foi até vergonhoso. Caí de amores. Surtei. Morri.
Medalha de Prata com cheiro de Ouro.









E para fechar o ciclo piriguete lunática 2016 dos livros mais badalados na minha estante de lidos, eis que surge já agora no finzinho do ano, aquele que conseguiu desbancar o Flame e não só me arrasou, como me inundou, me encheu de orgulho, de amor, de esperança, de tudo. Porque mocinho bem escrito como esse fazia teeeeeeeeempo que eu não via, se é que já cheguei a ver algum. E palmas de pé para Dona Sarah J. Maas que conseguiu criar coisa tão rica e poderosa.

Primeiríssimo lugar, ninguém mais, ninguém menos que...

#1 Rhysand, CORTE DE NÉVOA E FÚRIA (Skoob)

Jeeeeesus! Como pode tanta paixão? É amor, é loucura. Como pode um sujeito ser escrito de forma tão perfeita, tão bem criada e cuidada, tão envolvente e apaixonante? O Rhysand, ou Rhys pros íntimos faz parte do mundo fantasioso da série das Cortes da Sarah J. Maas, mesma criadora de Trono de Vidro. E ele é o Grão-Senhor da Corte Noturna que simplesmente arrasa com nossas vidas. Rhys aparece inicialmente no primeiro livro da trilogia Corte de Espinhos e Rosas, mas o ápice da majestade dele vem no livro 2. Não consigo explicar esse lorde em poucas palavras e de uma forma que eu não dê spoilers gritantes. Mas garanto que amor e altruísmo e garra, e força e coragem como nesse senhor, não há igual. E sabe o que é melhor? Ele ainda tem um espírito feminista, meu povo... Ele acredita piamente na igualdade, ele faz coisas grandiosas com todo o poder que ele tem e ele roubou meu coração para sempre e sempre, amém. Como viverei até maio quando sai o último livro da série? Na mais pura sofrência, é claro.


E declaro solenemente que sobrevivi aos ataques de piriguete literária de 2016 e já estou no embalo de mais surto e casos de amor em 2017. Ninguém me segura no fim do ano. Fui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...